Dia mundial do Combate ao Câncer de Próstata

No dia 17 de novembro é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer de Próstata, data que deu origem ao movimento Novembro Azul e teve início em 2003, na Austrália, com o objetivo de chamar a atenção para a prevenção e o diagnóstico precoce das doenças que atingem a população masculina.

O câncer de próstata é o tumor mais recorrente em homens acima de 45 anos; a próstata trata-se de uma glândula do sistema reprodutor masculino, que produz e guarda parte do fluido seminal. Existem fatores de risco que podem resultar no câncer de próstata:

  • Idade avançada (acima de 40 anos)
  • Histórico familiar
  • Excesso de peso
  • Sedentarismo
  • Hábitos alimentares ruins

 

Na maioria dos casos, o câncer de próstata avança de forma lenta e não apresenta sintomas. Em estágios mais avançados, torna-se perceptível a dificuldade para urinar e a presença de sangue na urina.

O tratamento para doença localizada (que só atingiu a próstata e não se espalhou para outros órgãos), cirurgia, radioterapia e até mesmo observação vigilante (em algumas situações especiais) podem ser oferecidos. Para doença localmente avançada, radioterapia ou cirurgia em combinação com tratamento hormonal têm sido utilizados. Para doença metastática (quando o tumor já se espalhou para outras partes do corpo), o tratamento mais indicado é a terapia hormonal. A escolha do tratamento mais adequado deve ser individualizada e definida após médico e paciente discutirem os riscos e benefícios de cada um.

A única forma de garantir a cura do câncer de próstata é fazendo exames para se obter o diagnóstico precoce. É recomendável fazer exames a partir dos 45 anos. o médico que cuida dessa doença é o urologista, que tem experiência para avaliar alterações da glândula. Os exames mais importantes são o exame de toque retal e também de PSA. Por intermédio deles é possível detectar a doença precocemente.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.